28.05.2012 - Sea World

Comemos no quarto e fomos buscar os ingressos que haviamos comprado pela CVC. Lá o atendimento é bem básico, nada de informações detalhadas, porém em português...A empresa chama All Tours e vende ingressos lá na hora também e bem mais barato do que muitos sites que conhecemos. Fica a dica para conhecer.





Nos dirigimos para Sea World, mas o tempo estava meio barro meio tijolo, ou seja, chovia e parava. Mas mesmo assim não desistimos. Ao chegar no estacionamento, achamos que o parque estava muito cheio, até ali ainda não tínhamos noção do que realmente era cheio em Orlando.



 Chegamos e fizemos foto com o personagem da Shamu, tinha uma fila, porém bem pequena, o parque tinha aberto a pouco. Então achamos cheio, mas na verdade estava bem vazio. O que atrapalhou bastante foi a chuva que ia e vinha.



Lembrei que precisava fazer reserva de restaurante a chegar no parque. Então foi logo o que fizemos ao sair da Shamu. Reservei o Shark Underwater Grill.




Pegamos o mapa e notamos que começaria o show da Shamu no Shamu Stadium, One Ocean, corremos para lá, no caminho para lá, que é enorme, começou a chuva. E que chuva... Corremos e corremos. Mas não teve jeito. A chuva veio com força total. E durante o show vendavais quase fez com que o show parasse.






O show da Shamu é lindo, emocionante. Toda a situação é tão envolvente que você entende a grandeza de Deus, a beleza dos animais, é fantátisco. Como era feriado aqui, estava lotado. Tomamos um banho dado pela Shamu, quando ela passou a primeira vez eu abaixei e nem chegou perto. Mas na segunda vez eu estava distraida tirando fotos e quando vi não tinha mais o que fazer, foi só água que veio. Me protegi da chuva, mas da Shamu não teve jeito.


Quando o show acabou, vi que o Mateus estava chorando e perguntei o que havia acontecido, achei que a água do banho o tinha assustado ou algo do genêro. Mas ele me disse que estava emocionado. Abracei o meu filho, agradeci a Deus pela oportunidade de estar ali e principalmente de tamanha grandeza ter tocado o coração de uma criança de cinco anos. Choramos juntos.




Ao término do show a chuva ainda estava comendo solta, então sentamos no chão e ficamos esperando. O carrinho do Mateus estava ensopado, não achavamos Ponchu (capa de chuva) para vender, então ficamos ali mesmo, esperando a chuva diminuir um pouco.



 Saimos de lá e fomos dar uma volta na chuva mesmo, porque já estava bem mais fraca. Fomos para o Shark alguma coisa, um aquário que você passa dentro dele, perto do restaurante Shark Underwater.




Vimos os animais e fomos para o Alure, que lindo show, muito parecido com o Cirque, mas muito bem feito. Ao final você pode tirar foto com os atores, mas o ator que faz o pescador tem síndrome de Sabrina Satto (piada interna, mas quem leu meu post do aeroporto, talvez entenda ao que me refiro) Mas mesmo assim tiramos a foto. O Mateus tem medo de todos os personagens, inclusive do homem, não sei porque. Ele fica meio inseguro de chegar perto. E sempre me pede para tirar fotos junto com ele.


Saimos de lá e fomos almoçar no Sharks Underwater. O restaurante é bom, embora lá dentro seja muito frio, recomendo sempre um cardigã na bolsa, eu vivo no ar condicionado e ainda assim senti muita diferença lá, principalmente neste restaurante. O atendimento também é bom. A comida demora a ficar pronta, mas não chega a ser um problema. A refeição diferente do padrão por aqui, dá para apenas uma pessoa (mas até agora não dividimos nada em nenhum lugar), eu e minha cunhada pedimos filé mignon com pure de batata e legumes, o marido pediu um salmão ao molho de abacate com pure de batatas, mas o creme de abacate ele não teve coragem de exprimentar. O meu prato eu achei muito gostoso. Mas pouca quantidade, além disso foi uma Cesar Salad para o Mateus e três cocas a conta deu mais de cem dolares. Mas valeu pela experiência. Conhecer o lugar e saber como funciona. Mas é um lugar que não faço mais questão de conhecer, não é algo imperdível.


Ao sair de lá eu quis andar na Manta e como a fila do Single ride estava curta eu resolvi ir, ninguém teve coragem, ainda mais depois do almoço, então lá fui eu. E para ajudar eu ainda fui no primeiro carrinho, vou confessar que fiquei com muito medo.


Quando desci vi que tinha um negócio de caricaturas e como a chuva tinha voltado, resolvemos fazer, só foi uma pena porque o Mateus estava dormindo e não quis acordar, então fizemos apenas uma minha e uma do marido. Cada caricatura com moldura simples sai por volta de USD 50



Saimos de lá e a chuva estava forte de novo, então resolvemos ir ao show dos golfinhos e o show é lindo também e emocionante. Adorei. Envolve golfinhos, pássaros e pessoas. Eu amei mesmo. Achei tão perfeito, tão bem feito. Mesmo com a chuva, foi lindo.




Saimos de lá e resolvemos comer um churros, que lá é vendido por USD 3,49 + tx. Mas não tem recheio e ele é fino e bem cumprido, parece a massa do Pretzel, mas é bem gostosinho. Eu adorei. 


Fomos embora, mas não para o hotel e sim para o Florida Mall de novo, passei na Victoria Secrets ( 7 cremes por USD 40 + tx e ainda ganha mais um), passamos em mais algumas lojas que não me lembro agora, mas o shopping começou a fechar eram seis horas, por ser feriado e acabou com a nossa graça, então fomos para o Premium :. Reebook, Nike, Michael Kors, Guess, Calvin Klein, Crocs, Oakley, Adidas, Aeropostale e uma loja de roupa que amei Wet Seal, boa e barata. Lá ficamos até por volta das 23 horas. Ao final eu não conseguia mais pisar no chão, embora não quisesse mais tive de aderir a moda do Crocs. Não ande de Havainas de modo nenhum, é confortável no começo, mas a hora em que seu pé cansar, é complicado. Aconselho o tênis ou o Crocs mesmo, muita diferença.


Chegamos no hotel de madrugada, por volta de uma da manhã e por falta de opção o jantar novamente foi Burguer King. 

Fomos dormir por volta das 2:30 da manhã com a promessa de no dia seguinte acordar as oito e seguir para a Universal.

5 comentários

  1. Gi, fiquei emocionada ao ler a parte do matheus chorando de emoção...que lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mila, realmente foi muito lindo o momento, algo que nem eu esperava. Obrigada.

      Excluir
  2. Adorei, pena q a chuva atrapalhou. Vcs fizeram mais um dia de Sea World? Pq parece q ficou faltando fazer mta coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora, nós tínhamos 7 dias para voltar e nos dias que vieram choveu bastante também, então desistimos. Beijos

      Excluir
  3. Eu também me emocionei com as lagrimas do Matheus ... que fofo !!! Esses momentos valem a viagem toda ne ? Continue que está ótimo ... Beijos ...

    ResponderExcluir