Diário de Bordo Animal Kingdom

Escrito em São Paulo em 26 de Fevereiro de 2013
Vivido em 06 de Junho de 2012

Eu acordei passando muito mal hoje, mas não quis contar nada a ninguém, se contasse, ninguém ia querer ir. Achei que aguentaria o "tranco", não seria justo estragar um dia de parque. Eu estou acostumada a passar mal, então consigo me virar bem (ou quase isso).

Tomamos café da manhã no quarto. Coloquei água na minha mochila, coloquei Plasil (vários) e lá fomos nós.
O tempo não estava muito firme, mas tudo era festa.

O Animal Kingdom não era um parque que me gerava muitas espectativas, mas os meninos estavam doidos para conhecer. Eles queriam ver o show do Rei Leão e principalmente os personagens do Up que é um dos desenhos favoritos dos dois.

Paramos no estacionamento, o tempo não estava firme, já havíamos nos acostumado em andar com capa de chuva e guarda chuva. Paramos na parte de nome Unicórnio.
E mesmo com o tempo ruim, o parque não estava vazio.
Entramos e fomos caminhando para ver o que faríamos. Passamos pela entrada do Rainforest

Seguimos andando pelo parque e aproveitamos para fazermos fotos pelo Photopass (que já havíamos comprado de forma antecipada, depois postarei estas fotos na aba Photopass)

Tiramos fotos através da arvore da vida.

Como eu não estava bem, estava com muitas olheiras, fiquei quase o tempo todo de óculos escuros.

Mateus quis tirar foto imitando um Leão.


Muito bem feito os detalhes na árvore da vida. Adorei e queria ficar observando mais tempo.

O clima no parque é bem diferente, ele é abafado, quente, úmido. Não sei, talvez pela mata, talvez pelos animais. Não sei se pelo meu estado no dia. O que sei, é que foi realmente difícil. E o cheiro também é bem incômodo em algumas partes, evidente que por conta dos animais. O que é normal e compreensível.

Depois disso, fomos fazer um passeio naquela espécie de trenzinho.

Nestes passeios você sempre acaba fazendo fotos inusitadas, que depois da para brincar de adivinhar de onde estava.

Depois disso descemos e fomos ao Camp Mickey....Entramos na fila do Mickey, porém ao chegar nossa vez o Cast Member pediu que o Mickey fosse lá para trás, para a parte coberta, pois logo começaria a chover, que eles reorganizariam a fila lá. E vieram nos pegar. Porém o Mickey veio, pegou a mão do Mateus e fez todo o caminho até o fundo, passeando com o Mateus, foi um Magic Moment, lindo, emocionante. Eu como Disneymaníaca. Fiquei emocionada. O Mateus muito feliz. Todos em volta sorrindo, foi lindo mesmo.









Mateus pulando tanto que as fotos até sairam tremidas.

Depois de todo o passeio, que não foi pequeno, ainda teve direito a abraço. Achei que o Cast Member ia pedir para agilizar (porque alguns fazem isso, mas o momento estava tão mágico, que aconteceu de forma natural e ninguém interrompeu)

Eu acabada, mas realizada em ver a felicidade do meu filho.

Família Ramon com o Mickey.

Do Mickey já nos mandaram direto a Minney, sem pegar a fila, não entendi nada, mas ok.

Ao sairmos dali, Mateus já viu o Tico e o Teco e já grudou neles. Ele estava encantado. E todo o meu mal estar ainda estava ali presente, mas ao ver a alegria do meu filho, estava valendo muito a pena.


Depois encontramos o Donald e o Mateus abriu o maior sozinho e ao pegar na mão do Donald ele começou a pular um monte.

E o Donald não se fez de rogado e pulou junto



Neste momento eu comecei a passar mal novamente, foi aí que minha família foi saber que eu não estava bem, ainda assim, eu quis continuar no parque na promessa de que se piorasse iríamos embora. Só que não.

O Donald safadinho, queria fugir com a minha cunhada hahahaha

E não queria largar ela mais, muito engraçado rsrsrs

Aí o marido foi dar bronquinha né ?! Tem que pedir por irmão mais velho primeiro, não pode ir levando embora assim.

Depois fomos tirar uma foto da família. Na versão Donald Ramon rsrsrs

Hora do Hi 5 e tchau.

Seguimos para a turma do Moogli. E o Mateus mesmo sem conhecê-los segui correndo para abraçá-los, acho que depois de tudo que ele já tinha vivido até aqui, tudo era festa.

De lá seguimos andando e encontramos a Pocahontas.E nossa, como ela é magrinha né ?! E eu estava bem gordinha também (ainda bem que estava, não estou mais...o/)

A Pocahontas foi conversar com o Mateus e ele dizendo que não queria tirar foto com ela, porque tirar foto com princesa era coisa de menina. E eu disse que ele era um bobão, porque tirar foto com princesa era coisa de principe.

Depois que falei isso, ele pensou um pouco e resolveu tirar a foto.

Seguimos para o festival do Rei Leão, mas já havia começado e sentamos lá atrás :/






Eu não tinha nenhuma expectativa, como eu disse a expectativa era toda do marido e do Mateus. Mas ficamos todos emocionados, inclusive eu. É um show lindo.
Resolvemos entrar na fila e pegar o show de novo, assim poderíamos sentar na frente e ver desde o começo. E foi o que fizemos.




Só que nesta segunda apresentação, Mateus não aguentou e caiu no sono.
Ao sairmos de lá, fomos almoçar, resolvemos comer no Rainforest.





Pratos que pedimos : legumes, carne e purê
 Macarrão com queijo do Kids Menu para o Mateus
 Massa e peixe
Nossa intenção era comer um Volcano, mas não aguentamos e deixamos para lá.

Saimos de lá e fomos fazer foto com os personagens do Up, porém começou a chover e a Cast Member super grossa, disse que deveríamos sair da fila, pois eles não fariam fotos conosco e com algumas outras pessoas. Não achei que aquilo era jeito de falar. O lugar era coberto, estava dentro do horário previsto e estávamos na fila, enfim, não entendi nada. Todo mundo fala super bem dos Casts Members, mas como em todo lugar, nem sempre todo mundo trabalha de bom humor, todo mundo tem um dia ruim e não é porque é Disney que isso vai acontecer. Se nem a Cinderella, deixou encostar nela para tirar foto, quiçá um Cast Member. Mas o Mateus ficou muito chateado. E quando o Russell saiu, ele saiu correndo atrás gritando por ele na chuva. Mas ele nem deu atenção, acho que nem dá para ouvir...



Como saimos correndo atrás deles, chegamos na área do Dinoland



Porém, a chuva começou de novo, mas já começou bem forte. Quando o Mateus viu a parte de Carnival, se encantou, quis brincar e fui me informar de como funcionava.
Tentamos em vários brinquedos, primeiro de bater naqueles que sobem os jacarés nos buraquinhos, Mateus ficou em segundo e eu tentei também e fiquei em segundo. Depois fomos no de basquete. Depois fomos em um corrida de cavalo através de bolinhas jogadas. Mateus estava frustrado de não ter ganhado nada.




E nada dele ganhar, fui lá e comprei mais dez ou quinze dólares, não me lembro agora e disse que seria a última tentativa, se ele não ganhasse nada, não jogaria mais.


E na corrida de cavalos ele ganhou. Ganhou um morceguinho vampiro. O Noopy. Ele dorme vez ou outra com este bichinho.

Saimos de lá, eu e o marido fomos em uma montanha russa que vai girando, ali mesmo na Dinoland. Ela dá uns trancos bem forte, não me lembro o nome (sou péssima para isso e não anotei), ela faz todo o trecho na montanha russa girando. Mas dá uns solavancos que machuca, mas mesmo assim é legal.

Quando saimos de lá, voltei a passar mal. Mas seguimos. E fomos voltando para ver o que faríamos, como estava chove e para, nem tudo estava funcionando. Na volta vimos uma descida com um Cast Member e perguntamos o que era. E ele nos disse que foto com a turma do Puff e que estava vazio. Então fomos para lá.


Enquanto estávamos lá, começou uma chuva enorme. Não tínhamos como sair de lá, então tínhamos nós e mais duas famílias apenas, ficamos todos tirando fotos, tudo de novo, formávamos nova fila e de novo e de novo e de novo. Porque não tinha o que fazer . Começamos a conversar com um Cast Member e até empre go ele nos ofereceu, vem morar aqui e emprego eu arrumo para vocês, como se fosse fácil assim rsrsrs.


Mateus cansou e pediu para sentar no carrinho um pouco, acho que ele queria dormir de novo.

E depois os personagens foram fazer a troca na chuva mesmo, resolvemos fazer a foto, afinal de contas, momentos como este são raros e a foto fica linda.


Voltamos para a fila do Up novamente, e desta vez fomos os primeiros. E vieram um povo querendo furar a fila, entrando na nossa frente, aí de novo não. Aí resolvi desta vez comprar a briga, porque não ia aceitar de novo. Depois de discutir e outras pessoas se meterem no meio a nosso favor, acabou que ficamos na fila mesmo e como primeiros, porque eles estavam em vários e se eles entrassem na nossa frente como queriam novamente ficaríamos de fora. Só que todo mundo se meteu na briga, porque eles estavam errados, na verdade havia um deles atrás de nós, de repente chegou mais 15. Assim todos que estavam atrás deles ficariam de fora e o menino que guardava o lugar dizia que estava ainda na minha frente, para que mais 3 do pessoal deles pudessem entrar, enfim...Muita sacanagem. Se ele tivesse avisado ok e ainda querendo ser pilantra, não, não. No fim foram eles quem ficaram de fora, porque ninguém permitiu.



 Finalmente o Mateus conseguiu o seu sonhado autográfo e sua foto que tanto desejou.E o marido também.

Eu aproveitei e tirei também. Afinal, já tinha pegado a fila, tomado chuva, arrumado briga, passado mal. Porém a Cast Member super animada e gentil, não deixou que tirássemos uma foto em família. Ok, estava cansada de stress já. Pegamos nossas coisas e saímos.

Seguimos para o show do Nemo. Entramos e pegamos um lugar bom. O Mateus estava bem empolgado pelo show, mas quando ele viu que era com pessoas a animação dele foi por água abaixo. Eu disse a ele que a magia estava no coração de cada um, e ele deveria esquecer que haviam pessoas ali, mas não teve conversa, não teve jeito.



Só que na hora do Tubarão ele se assustou um pouco rsrsrs, vai entender ?!

Ai ele esqueceu o fato que eram apenas pessoas.


Na parte da tartaruga com a música da bolha, ele finalmente resolveu dançar.

E no final ele estava "meio barro, meio tijolo" falou que não tinha gostado porque não era o Nemo de verdade, eram pessoas e isso era muito chato. Mas a música era legal.

Saímos de lá e vimos uma cena inusitada, pelo menos para nós. Um esquilo caçando comida nos carrinhos de bebê.


Aí o Mateus falou : Ah que bonitinho, e foi chegar mais perto, não ia por a mão nem nada, foi olhar mais de perto apenas. E um senhor me disse não deixe que ele chegue perto, porque eles atacam. Então tirei ele de lá e também saimos. Ainda bem que ele nos avisou, não tinha nem idéia disso.

Pode até ser burrice, mas não ia imaginar. E para tirar a foto estávamos longe até, mas enfim, fiquei grata por ele ter nos avisado.

Nisso já era a hora de fechamento do parque, tivemos de  fazer o caminho da roça.

Não tenho anotações de onde jantamos, vou procurar as fotos e depois atualizo.

Nenhum comentário, comente!

Postar um comentário