Diário de Bordo - Epcot

Escrito em São Paulo em 17 de Março de 2013
Escrito também em Orlando em 07 de Junho de 2012
Vivido em Epcot por Zé, Gi e Mateus.

É muito bom quando eu entro na parte de "Rascunhos" e vejo que eu já tenho alguma coisa de tal dia, o mais legal é quando clico e vejo que está tudo em branco, como hoje, então eu recorro ao meu celular, para ver se ainda existe alguma anotação e sim existem palavras. OBA vamos brincar de adivinhar. Juntar fotos, palavras e ver no que vai dar rsrsrs.

Já fica de lição para a próxima. Até porque, até hoje eu quero fazer meu diário de bordo da viagem de 10 dias a Argentina e nunca consegui, nem mesmo com as fotos, bom mas isso é um outro assunto. Da Argentina, quando eu acabar a de Orlando, farei um apanhando geral com as fotos.

Voltando a Orlando, Epcot, Disney. Helloo.

No meu celular diz Chuva, então como nos outros dias, imagino que neste não poderia ser diferente e estava chovendo, deduzo também que minha cunhada não nos acompanhou neste dia. O Mateus estava de mal humor. Ou seja, o dia prometia.

Todos os dias, fazíamos o Mateus tomar uma garrafinha de Pediasure no café da manhã, tinha dias em que ele tomava numa boa, tinha dias como hoje que era uma guerra. Mas tinha que tomar e pronto. Porque se ele não quisesse beliscar mais nada até a hora do almoço, ficavámos um pouco mais tranquilos. E íamos dando água, refrigerante e uma éspecie de Gatorade.

Eu tenho o péssimo hábito de tomar refrigerante de manhã e não pode ser qualquer um, tem de ser Coca Cola, ou qualquer uma de suas variações, caso contrário eu não acordo. E eu já não sou uma boa pessoa ao acordar, então é bom não contrariar. Eu tomava uma, comia pão com alguma coisa. Arrumava minha mochila e já seguia ao parque tomando outra.


Péssimo exemplo e nada saudável. É eu sei.

Seguimos ao nosso caminho. Epcot. Não estávamos muito empolgados. Já esperávamos lotação. Isso estava nos deixando um pouco frustrados. Não estávamos sabendo lidar com isso, na parte emocional da coisa. Além da questão da chuva, extremamente chateados. Mas, fazia parte. Hora ou outra teríamos de aprender (ou não).



O Maior Mc Donalds do Mundo (Sand Lake x Intl Drive) ficava no nosso quintal, certa noite duvidaram que eu fosse de pijama, eu fui rsrsrs (mas isso é tema de outro post) então era nosso caminho todos os dias. (Ai número 24 que saudade de você meu filho, não deixem de provar) Ao passar por ele era ligar o rádio e começava a tocar Gotye e lá íamos nós cantando "Somebody That I Used Know", depois "Call me Maybe" e tantas outras. Acabei até fazendo o set list da viagem para nos lembrarmos das músicas de todas as manhãs.

.
Com este protetor na camêra até parece que o tempo estava bom né ?! Pura enganação.


Aqui acho que já dá para ver melhor os tons de cinza.



Será que estava cheio ? O Touring Plans dizia verde neste dia. Será que dentro do termometro dez seria verde ? Ah sei lá viu ?! Tá no inferno.... Vamos tirar fotos, pelo menos, já que não vai dar para brincar, quando nos perguntarem o que vocês fizeram lá ? Nós dizemos que tiramos fotos. E vocês conheceram tal coisa ? Sim, tiramos fotos por fora.


Então, vocês gostam do Tony Stark ? Aquele o Homem de Ferro, sabe ? Pois é. Eu adoro. E eu acredito que o pai dele no filme fizeram em referência ao Walt Disney e o parque do futuro no filme em referência a Epcot, quem mais concorda levanta a mão o/ o/ o/ 
Pois bem, quando eu parei para tirar esta foto, vi bem filme passando na minha cabeça e ligando as pecinhas. Me senti no filme. Só eu mesmo ? 


Aí seguimos andando e vimos que a fila para tirar fotos com alguns personagens estava pequena, então ficamos porque logo aquilo ali viraria sabe Deus o quê.


Mateus seguia na sua animação e bom humor contagiante e eu quis respeitar o momento dele, já que ele não queria falar sobre o assunto, eu não ia ficar interrogando, cada um na sua, a hora em que ele quisesse falar, falei que estaria disposta a conversar e a entender o que estava acontecendo. Mas eu tinha certeza que era por conta do Pediasure. Então deixei estar. Dei alternativas, como leite, danone, pão, sucrilhos e nada foi aceito, sem comer não dá, então paciência.

A primeira a nos receber foi a Margarida.



Em seguida quem já esperava para nos receber era o Stitch. Curiosidade : embora eu conheça o personagem, eu nunca assisti ao desenho e nem sei ao certo do que se trata sua história :/ Nota mental : Preciso assistir.



Depois de ver os personagens, pegar autógrafos, o Mateus se animou um pouco. Ficou calado ainda, porém mais feliz.

Ao sairmos de lá, vimos que aquela outra parte de tirar fotos com os personagens estava com fila de duas horas e quarenta minutos, nem cogitamos a possibilidade e de comum acordo seguimos em frente, foi quando vimos a galeria de arte. Amamos, entramos para escolher algumas coisas para nossa casa. As fotos que tiramos são de recordação e não necessariamente de coisas que compramos, não vamos expor essas coisas. ;D

Dá vontade de comprar a loja inteira né ?! São tantas peças lindas. E se for ver, não são caras não.


Não são as peças mais lindas do mundo. O maior medo de trazer é o medo de quebrar na bagagem, mas eles embalam tão bem, que chegam inteiras.

 As peças por Romero Britto
 A minha paixão é este Mickey, não é maravilhoso ?!

O Mateus se encantou com o Mickey de Star Wars.



As telas são maravilhosas, mas já são mais caras, ainda assim o conceito de caro em uma obra assim é bem relativo. Eu só não trouxe uma dessas porque não tinha como acomodar na mala, porém tem outras opções em que você compra a "arte" e depois coloca a moldura. E os preços são bem em conta, mas são apenas modelos específicos de telas, mas são lindos. Existe inclusive de posters muito antigos, são lindos. Vale muito a pena, mesmo. Isso é, para quem gosta. Eu deixo a dica. Eu vi este tipo de trabalho a venda em Epcot e no Magic Kingdom.

Seguimos andando e vimos uma porta vazia e foi lá mesmo que entramos, estava vazio. Aquele negócio de incêncio e o Mateus pediu para ir lá, então ok. O problema foi que ao darmos a volta para entrar na fila ele achou alguns consoles e Mateus + videogame = problema. Você não consegue soltar por nada.


O jeito foi o pai ir conversar com ele explicando que o brinquedo do fogo era legal, e ele ia brincar também, ia participar e etc. E deu certo.




 Achei o jogo muito bacana, muito educativo, muito legal mesmo. Adorei participar, a nossa equipe ganhou e foi bem divertido todo mundo comemorando junto depois. O Mateus ficou bem feliz. Ele queria ir de novo, mas achamos que devíamos gastar o tempo com coisa útil e lembramos do Fast Pass do Soarin e saimos correndo.
Foi aí que olhamos no relógio e vimos que era meio dia, o Soarin, Fast Pass. Saimos correndo e fomos para lá. Vamos ver como está a fila. Fila de 3 horas. O quê ? Sim. 3 horas. Foi a maior fila vista até então. E o Fast Pass estavam vários fechados, achamos estranho e vimos que apenas um lá no fundo estava aberto e uma Cast Member estava indo cobrir ele já também. E então eu, numa aventura super sei lá o quê deixei os dois e sai correndo alucinadamente, um monte de gente, lotado e eu fui lá e peguei. E pouco depois. PUFT ! Foi coberto.


Era meio dia e o nosso Fast Pass funcionava das 8:40 as 9:40 horas. Oi ? Como assim ? Pois é.
Ok, voltando ao mundo de Tony Stark, o jeito era relaxar. Mateus estava daquele jeito. O dia não estava dos melhores. World Showcase, nem tínhamos dado as caras ainda, sabe lá Deus como ia ser. Aquele passeio de barquinho estava com uma fila de nada, pelo menos, era o que parecia, porém....entramos e sentamos. Levou uns 40 minutos. Fomos passear no bosque.












Saimos de lá e vimos o cineminha do Rei Leão Circle of Life (ah não me falem em nomes gente. Me perdoem, eu queria muito decorar tudo, mas prometo que na próxima, eu vou com um caderno universitário na mochila tá ?!)




O cineminha toca fundo no coração né ?! Chorei. Ok. Choro até em comercial de margarina.A fome estava começando apertar, mas aqui estava difícil até de arrumar lugar para comer.


Seguimos sem rumo, novamente... Quando achamos Captain EO (é isso ? Será que acerto uma ?) E lá fomos nós..adoro o Michael e chorei um monte, de novo.


E o Mateus gostou mais de ficar olhando a água pulando, crianças...o difícil foi conseguir tirar uma foto dele olhando para nós enquanto a água subia, porque toda hora ele olhava para a água.
E então resolvemos desbravar o mundo....Quando chegamos aos Estados Unidos, mesmo já estando por lá (fail) a fome gritou de vez e resolvemos comer.

Enquanto comíamos, houve uma apresentação representando o exército americano da época da guerra indigena americana, eu não sei exatamente em que ano ocorreu, mas de qualquer forma isso me incomoda. E queria sair dali. Os Americanos estavam orgulhosos, claro, já eu estava incomodada. Ao final, bati palmas, claro, é bonito, mas a representatividade daquilo apertou meu coração... O marido saiu com o Mateus e eu fui ao caixa eletrônico. Logo ele me chamou no rádio, dizendo que no teatro teria uma apresentação musical, para que eu fosse encontrá-los lá. Quando cheguei estava tendo um musical.




Fiquei encantada com o teatro, liiiiiiiiiiiiiiiiindo. Que beleza.


Aí começa aquela situação em que você tira foto do chão, foto do teto, foto da mesa, foto da parede e assim vai...E resolvemos assistir ao teatro.




E entramos, nos sentamos e fomos saber mais sobre a história americana. Só tinha um detalhe. O inglês não é tão fluente assim e o Mateus estava meio chatinho. Ao lado dele, sentou um senhor de idade, trocamos ele de lugar e saberíamos que daria problema, toda hora em que o Mateus perguntava alguma coisa, mesmo que baixo, o Sr pigarreava, tossia, mostrando que estava incomodado. Pedia para que o Mateus ficasse quieto e ele dizia que queria entender o que estava falando. E o Sr continuava a fazer aqueles barulhos irritantes e eu mais irritada. Porque ele não prestava atenção, nós também não...Um parque de diversões não é lugar de crianças ? E ele estava perguntando baixo, falando no ouvido, mudei de lugar, o que mais ele queria ?


Ainda assim, pedi desculpas ao Sr. Peguei o Mateus no colo e pedi para que ele se calasse, que ali não era lugar de ficar falando. O marido também já estava irritado. Queria sair, mas não podia. Mudar de lugar não dava. Então ele ficou acho que contando até dez em silêncio, porque fechou os olhos e abriu algum tempo depois.

Nem preciso dizer que amei esta parte né ?! Mais bonito e significativo impossível. Fiquei realmente emocionada.

E logo depois acabou... Adorei, exceto pelas questões citadas acima. O tal Sr, quando saiu ainda disse que ali não era lugar para crianças, eu nem sabia o que responder, então a única coisa que lembrei foi "coarse", que eu nem lembrava direito o que significava, mas eu sabia que era algo aplicado a situação, mas esperava que não fosse algo muito pesado. Então, logo saimos dali, peguei meu celular e coloquei no Google, só por desencargo de consciência. E ufa!!! Embora eu não tenha feito uma frase completa, pelo menos significava grosseiro. Não foi nenhuma coisa feia, ou fora de contexto.



Quando entramos na lateral da lanchonete dos Estados Unidos, começou uma enorme chuva. Então começamos a folhear alguns livros. E encontramos um bem pequeno. E ao folhear, olha quem vemos. Nosso grande herói : Red Cloud

A chuva deu uma diminuida e fomos para a China.




E seguimos na caminhada...

O Mateus deitou no carrinho e dormiu, logo a chuva começou de novo e dessa vez mais forte...


Então já era por volta das 16 horas quando os Cast Members sairam as ruas para avisar aos visitantes que devido a chuva hoje não haveria show de encerramento. O Mateus dormindo, irritando, nós estávamos cansados também, nosso Fastpass seria dali há muito tempo, voltaríamos ao Epcot e com a chuva daquele jeito, não teríamos muito o que fazer, pois as filas estavam absurdas e com o Mateus dormindo ficaria inviável qualquer coisa. Resolvemos nos despedir do Epcot.

Até porque não era um parque que fazíamos muita questão de ir e o dia estava com um clima diferente, resolvemos descansar.






4 comentários

  1. Nossa, que loja foi essa que tinha o mickey de Star Wars! Minha esposa ficou doida! Fui la em 2011 mas não vi essa loja.. Se for possivel passar o nome pois ja vou deixar no roteiro!

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma galeria de arte que fica em Epcot, se não me engano chama-se Art of Disney. Logo que você entra, tem a Spaceship fica praticamente de frente, são só quadros e essas peças.

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta! Tentei olhar loja por loja do epcot pra achar ela e nada! Com o nome ja ate achei ela no google maps! Vlw...

      Excluir