Mudando de Ares - Buenos Aires - Diário de Bordo.

Oi gente, tudo bem ? Hoje venho trazer alguns momentos que vivemos em Buenos Aires. Essas fotos tem alguns anos, mas não deixam de ser especiais.

Vivemos muitas coisas bacanas por lá, ficamos por dez dias. E creio que é um lugar que todo mundo que tiver a oportunidade deve ir conhecer, embora tão perto a cultura é muito diferente.

A nossa viagem foi através da CVC, por este motivo, eles nos deram um City Tour e vieram nos buscar em nosso hotel. Como era nosso primeiro dia na cidade, resolvemos participar.

Por todo o passeio, por conta da chuva forte, não pudemos aproveitar muita coisa. Apenas quando chegamos no bairro do Boca é que a chuva deu uma diminuída e podemos caminhar.




O Boca é um bairro riquíssimo culturalmente. Muita arte, restaurantes e pessoas animadas em receber bem os turistas.


Nessa foto pode se ter uma visão de como é o centro do bairro, a parte turística, digamos assim.


Fizemos uma pausa neste local, para fazermos diversas fotos, o local é simples, porém muito bacana de ser fotografado. Retrata grande contraste da força de um povo.


Essa é a loja da Havanna, me indicaram tantas coisas dela, que sai comprando o mundo, mas vou dizer que não achei tudo isso não. Não sei se é porque eu não gosto tanto assim de chocolate. E o alfajor, já comi melhores, talvez porque comi muuuuuito kkkkk.


Resolvemos dar uma volta para ver tudo o que o bairro, poderia nos oferecer de bacana. Gostamos muito de tudo o que vimos por lá.


Os artistas de rua, expoem suas obras assim e as vendem. Algo muito bonito de se ver. E mesmo com a chuva que tinha acabado de cair, muitos estavam lá.


Resolvemos parar em um bar e restaurante local, pois estávamos com sede. Resolvi tomar a Quilmes e exprimentar. Muito boa mesmo, adorei.

Decidimos que não iríamos voltar com a excursão. Resolvemos passear e conhecer mais coisas pela cidade. Pegamos um táxi e fomos até Puerto Madero.


Nos alertaram para que tomássemos cuidado com os furtos que estavam ocorrendo constantemente em alguns locais de Buenos Aires.


Estávamos com fome ao chegar em Puerto Madero, por indicação resolvemos comer no Restaurante chamado Siga La Vaca, restaurante este que não indico a ninguém.

Funciona no estilo de uma churrascaria Self Service, porém alguns pontos que tenho de destacar :

* Caro
* Atendimento péssimo
* Carne com gosto de sangue.
* Serviram água sem que solicitássemos e ainda cobraram por isso.


Essa é a porta do restaurante. Não sei se nos dias de hoje a qualidade melhorou, mas realmente não recomendo. Quando é bom eu falo, mas quando não é, me sinto na obrigação de dizer o mesmo a vocês. Afinal, quando estamos a passeio, o que menos queremos é ter momentos desagradáveis.


Resolvemos andar um pouco por Puerto Madero e conhecer a beleza dessa parte da cidade. Estava em expansão ainda, muitas coisas e comércios sendo construídos e segunda informações que tivemos, embora a Argentina esteja mal financeiramente, eles acreditam que essa região será melhorada e consequentemente mais pessoas e mais empregos.


Essa pirâmide, faz parte dos domínios de uma faculdade que tem sua sede em Puerto Madero.

Ao sair de Puerto Madero, fomos para uma região onde existem alguns Outlets : Levis, Adidas e etc... Fizemos algumas compras e voltamos ao nosso hotel.

Nosso hotel foi o hotel Impala, que fica no bairro da Recoleta. Adoramos. O Hotel é um hotel antigo, porém limpo e com bom atendimento. O café da manhã quebrava bem o galho, era servido suco de laranja,iogurte, cereais, frios e pães.




A região da hospedagem, tinha tudo perto. Além de ser uma localização privilegiada, pois podíamos ir a pé ao Hard Rock Café, a feirinha de domingo que acontece na praça central da Recoleta e a um dos melhores cafés de Buenos Aires. Além de estarmos perto de uma sorveteria Freddo.

A média de diária neste hotel é de R$ 135 com café da manhã.

Este foi o nosso primeiro dia em Buenos Aires, em breve eu volto com mais um dia, seja em Buenos Aires, Miami, Orlando, Nova Iorque ou cidades do Brasil. Me aguardem.

Um super beijo.