Diário de Bordo - Primeira vez no Sea World - Em 2012

Olá pessoal, tudo bem ? Hoje trago mais um "Diário de Bordo" da nossa primeira vez lá em Orlando, essa viagem aconteceu em 2012.

Neste dia, vocês poderão acompanhar como foi nosso dia no Sea World e um passeio por um dos shoppings de Orlando.




Durante nosso trajeto, passamos em frente a casa ao contrário, planejamos para ir um dos dias da viagem, mas nem tivemos tempo.





Nosso dia, ou parte dele, foi no Sea World.



Essa foto é na entrada ainda na rua.



O estacionamento é enorme, neste parque não se segue a sequência de entrada coordenada, mas as pessoas estão tão doutrinadas a isso, que seguem o padrão mesmo assim.



Nesta foto, dá para ter real noção do tamanho.



Este carrinho é da Jeep, sempre me perguntam. Mateus nesta época tinha cinco anos.



Uma dica que foi dada pela minha amiga Joice Ferreira, é sempre fotografar o local onde parou o carro, como os estacionamentos são enormes e ficamos o dia todo no parque, as vezes esquecemos onde estava o carro, só que no tamanho do estacionamento... Já viu o que acontece né ?!



Na entrada apresentamos o ingresso e cadastramos a digital, nesta época em que fomos, você ganhava um novo ingresso para voltar dentro de uma semana, no entanto, nós não nos cadastramos, pois mesmo ficando por 26 dias, nosso roteiro estava bem justo.
Saimos do Brasil com o ingresso meu e do marido já comprado, o do Mateus compramos em uma máquina lá na porta, rápido e fácil.


Tínhamos feito reserva para almoçar no Sharks Underwater, fomos orientados a passar nesta área do parque para confirmar a reserva. É o Guest Services, nem tinha fila, cheguei e já fui atendida. Reserva confirmada, hora de andar pelo parque.



Embora o tempo não estivesse dos mais convicentes, o parque é bem bonito. Tiramos muitas fotos, de modo que escolher apenas algumas para a postagem, dificulta muito o meu trabalho rsrsrs.



Entramos na fila da Shamu para tirar foto, mas o Mateus ficou com um pouco de medo na hora da foto. Não entendi o medo dele, mas enfim...Fui junto para a foto.



Vimos que teria um show começando, como o tempo estava mais para chuva, resolvemos entrar para assistir.



Observando o mapa do parque, para decidir o que faríamos após o show e pausa para o xixi.



Mateus resolveu sair do carrinho e andar um pouco, quis ainda levar a mochila (maior que ele), ainda bem que estava leve, pois só tinham nossos equipamentos para fotos e filmagens.


Quando eu digo que o tempo não estava dos melhores...olha o céu. Certamente viria chuva. Só esperávamos que ao menos desse tempo de ver todo o parque, pois era nossa primeira vez e não voltaríamos.



Resolvemos ir assistir ao show da Shamu, pois se a chuva viesse, pelo menos estaríamos em um local "coberto". Acho que todo mundo que estava no parque, pensou como a gente, pois a arena ficou lotada. Só ficando vazio os lugares onde molharia se chovesse.



O Show é muito bonito, mas me incomoda o fato dos animais em cativeiro. Mas não vou entrar nesta questão nesta postagem.



A Shamu, que na verdade é Tilikun, é enorme, nessa foto não sei se dá para ter uma real noção do tamanho, mas vou ver se acho alguma foto que mostre. Neste momento, as pessoas fazem uma festa, pois a baleia dá um grande banho nas pessoas. Quando escolhemos nosso lugar, sabíamos que isso acontecia, mas não tínhamos noção da quantidade de água e nem até onde chegaria, então escolhemos um local que achamos que não molharia...



Só que nossa escolha, não foi muito assertiva.



A chuva veio com força, ficou frio, pois a chuva veio com vento. Sentamos na saída do show, que precisou ser interrompido e ficamos esperando a chuva diminuir.
Quando deu uma trégua, fomos em uma das lojas para dar uma olhada.



Chegou a hora do nosso almoço no Sharks Underwater, é um restaurante bem requisitado no parque. Dentro de todo o restaurante tem aquários enormes com tubarões dentro, lá é muito frio, muito mesmo.

A nossa comida demorou bastante a ser servida e o preço não é dos mais baratos. Valeu a experiência para conhecer, mas não é um restaurante que eu voltaria (tanto que fui diversas vezes a Orlando, depois disso, e nunca mais voltei mesmo).



Ao sairmos a Manta estava com apenas dez minutos de fila, como ninguém queria ir, resolvi ir sozinha, embora não dê para ver nada, eu estou ali, no primeiro carrinho.



A garoa voltou e estávamos molhados e com frio rsrsrs. Resolvemos parar e fazer nossa caricatura, Mateus estava dormindo e minha cunhada não quis fazer. Então fizemos eu e meu marido. Este serviço é cobrado a parte. Se não me engano na época foi em torno de USD 20.



Pouco depois, a chuva veio com força de novo. Já não tinha muito o que fazer no parque, já tínhamos visto 3 ou 4 shows, os brinquedos não estavam funcionando e estávamos cansados. Resolvemos que era hora de ir embora.


2 comentários

  1. Hey flor!
    É uma pena que o tempo não estava muito bom, mas pelo menos vocês conseguiram aproveitar!
    Deve ser lindo parque, mas eu também fico triste por causa das baleias em cativeiro :/

    Beijos da Luh
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza,
      Com certeza, tem dias que até com chuva, vale a pena.
      Beijos

      Excluir